PERGUNTASFREQUENTES

Na consulta com o seu médico, você pode guiar a conversa com o seguinte documento:

Ao consultar o seu médico poderá direcionar a conversação com este documento.

Ao consultar o seu médico poderá direcionar a conversação com este documento:

BAIXE O GUIA

Ao consultar o seu médico poderá direcionar a conversação com este documento:

Encontre aqui a resposta para as dúvidas mais frequentes sobre a Arritmia.


Buscar

ENTENDENDO A ARRITMIA


Para detectar e medir a arritmia (batidas cardíacas lentos ou rápidas) o seu médico pode usar um ou mais dos seguintes exames:

  • Eletrocardiograma (ECG)
  • Monitor Holter
  • Sistema de monitoramento cardíaco inserível
  • Ecocardiograma
  • Angiografia
  • Estudo Eletrofisiologista (EEF)

A eletrofisiologia é a especialidade médica que cuida do diagnóstico e tratamento dos transtornos de ritmo cardíaco ou arritmias. Estes envolvem tanto os ritmos rápidos do coração ou taquicardias quanto os ritmos lentos denominados bradicardia.

O não tratamento de uma arritmia benigna em um paciente com o coração normal pode não implicar um pior prognóstico vital, ainda que diminua de forma importante a qualidade de vida do paciente (gera ansiedade e pode chegar a limitar a sua vida de forma considerável). Essa mesma arritmia benigna, em um paciente com o coração doente, pode implicar graves consequências se não receber o tratamento adequado. As arritmias malignas podem chegar a produzir a morte do paciente se não for aplicado o tratamento correto.

O tratamento depende do tipo de arritmia do paciente. Algumas arritmias leves não requerem tratamento. Frequentemente, certas mudanças no estilo de vida, como evitar estimulantes (álcool, café, chá, bebidas gasosas, chocolate), bastam para eliminar a arritmia. Em outros casos é necessário recorrer a algum dos seguintes tratamentos disponíveis:

  • Medicamentos Antiarrítmicos, evitam que ocorra uma crise de taquicardia.
  • Ablação com Radiofrequência, utiliza calor para eliminar a zona problemática.
  • Cardioversão (descarga elétrica no coração) durante a anestesia, ou mediante medicação, para restabelecer o ritmo cardíaco ao ritmo normal.
  • Marcapassos é um dispositivo que vai embaixo da pele e que tem um ou vários cabos até o coração. Permitem a estimulação do coração e é o tratamento das bradiarritmias importantes (frequência cardíaca muito lenta).
  • Desfibrilador automático implantável (DAI) monitora continuamente o ritmo cardíaco durante as 24 horas do dia e administra terapias automaticamente para corrigir os ritmos cardíacos rápidos.

IMPLANTÁVEIS PARA O TRATAMENTODA BRADICARDIA


Quando as pessoas se referem a um marcapasso, na verdade estão discutindo um sistema de estimulação, que inclui o marcapasso e os cabos.

  • Um marcapasso é um pequeno dispositivo que é implantado sob a pele, regularmente sob a clavícula. O dispositivo administra terapias para tratar ritmos cardíacos irregulares, interrompidos ou lentos.
  • Os fios são fios finos, isolados e macios do tamanho de um macarrão espaguete. Os fios transportam o impulso elétrico do marcapasso para o seu coração e transmitem de volta a informação sobre a atividade natural do coração ao seu marcapasso.

O procedimento de implante de marcapasso não requer cirurgia de coração aberto e a maioria das pessoas volta para casa em menos de 24 horas. Antes da cirurgia, você pode receber medicação para se sentir entorpecido e confortável. Geralmente, o procedimento é realizado sob anestesia local.

Às vezes, os pacientes se perguntam se mostram uma protuberância notável onde foi implantado o dispositivo cardíaco. Geralmente, e se não ocorreram complicações, como infecção, é possível que perceba um pequeno volume embaixo da pele, onde está localizado o marcapassos.

Sim. Quando falar em um telefone celular, mantenha a antena do telefone a seis polegadas de distância do marcapassos, e utilize o telefone no ouvido do lado oposto ao marcapassos. Também recomendamos que evite colocar o telefone celular em um bolso perto do marcapassos.

Sim. A maioria dos produtos eletrodomésticos são seguros para uso, sempre que sejam mantidos adequadamente e em bom estado de funcionamento. Isto inclui os fornos de microondas, os eletrodomésticos grandes, mantas elétricas e travesseiros térmicos.

Os produtos que contêm ímãs, tais como produtos de terapia magnética, alto-falantes estéreos e massageadores de mão podem afetar temporariamente o funcionamento do marcapassos. Portanto, recomenda-se que mantenha os elementos que contêm ímãs pelo menos a seis polegadas de distância do marcapassos implantado. Não é recomendado o uso de mantas magnéticas para colchão e travesseiros, já que é difícil manter uma distância de seis polegadas quando este elementos são utilizados.

Levando em conta a curta duração da inspeção de segurança, é pouco provável que o seu marcapassos seja afetado pelos detectores de metais ou escaners de imagens de corpo inteiro, tais como aqueles que se encontram nos aeroportos, tribunais e prisões. Para minimizar o risco de interferência com o marcapassos temporário enquanto passa pelo processo de controle de segurança, evite tocar as superfícies metálicas ao redor de qualquer equipamento de detecção. Não fique em pé ou permaneça em um arco de percurso; simplesmente caminhe através do arco em um ritmo normal. Se for utilizada uma vareta de mão, solicite ao operador da segurança que não a coloque sobre o seu marcapassos e não balanceie para a frente e para atrás sobre o seu marcapassos.

Também poderá solicitar um registro manual como uma alternativa. Se você estiver preocupado com estes métodos de controle de segurança, mostre o seu cartão de identificação do dispositivo e siga as instruções do pessoal de segurança.

Poderá retomar a maioria ou todas as atividades depois de se recuperar de um procedimento de implante. No entanto, poderá haver certas atividades que o seu médico solicitará que evite, como os esportes de contato.
Certifique-se de discutir as suas metas de atividade e estilo de vida com o seu médico para encontrar um plano que funcione melhor para você.

IMPLANTÁVEIS PARA O TRATAMENTODA TAQUICARDIA


Quando as pessoas se referem a um desfibrilador implantável, elas realmente se referem a duas partes de um sistema: o desfibrilador e os eletrodos.

  • Um desfibrilador monitora continuamente o coração e administra automaticamente terapias para corrigir ritmos cardíacos acelerados.
  • Os eletrodos são finos, isolados, fios macios do tamanho de um macarrão espaguete. Os eletrodos transportam o impulso elétrico do desfibrilador para o coração e transmitem de volta a informação sobre a atividade natural do coração ao desfibrilador implantável.

Se o médico sugerir que você precisa de um DAI, você pode ter experimentado ou estar em risco de experimentar ritmos cardíacos anormais (arritmias), que são conhecidos como taquicardia ventricular ou fibrilação ventricular. Esses ritmos potencialmente fatais podem causar parada cardíaca súbita (PCS), que pode levar à morte se não for
tratada imediatamente.

Um desfibrilador implantável é projetado para controlar sua freqüência cardíaca 24 horas por dia. Se o seu coração está batendo muito rápido ou irregularmente, o dispositivo primeiro envia sinais elétricos pequenos e indolores para corrigir sua freqüência cardíaca. Se o ritmo cardíaco acelerado continuar, o desfibrilador administrará um choque elétrico para restaurá-lo a um ritmo normal do coração. O desfibrilador implantável também pode ser usado para freqüências cardíacas lentas enviando pulsos elétricos ao coração para corrigi-lo. O seu médico irá programar o dispositivo DAI para administrar as terapias mais eficazes para o seu problema cardíaco.

O procedimento de implante de um desfibrilador não requer cirurgia de coração aberto e a maioria das pessoas volta para casa em menos de 24 horas. Antes da cirurgia, você pode receber medicação para se sentir entorpecido e confortável. Geralmente, o procedimento de implante é realizado sob anestesia local.

O procedimento de implementação inclui as seguintes etapas gerais:

  • Uma pequena incisão, com cerca de dois ou quatro centímetros de comprimento, será feita na parte superior do tórax, logo abaixo da clavícula.
  • Um ou dois eletrodos serão guiados por uma veia dentro do seu coração e os eletrodos serão conectados ao desfibrilador implantável.
  • As configurações do desfibrilador são programadas e o dispositivo será testado para garantir que está funcionando adequadamente para atender às suas necessidades médicas.
  • O desfibrilador será instalado sob sua pele e a pequena incisão feita em seu peito será fechada.

Quando as pessoas se referem a um dispositivo de terapia de ressincronização cardíaca implantável (TRC), elas estão
realmente discutindo o sistema: o dispositivo TRC e os eletrodos.

  • Um dispositivo TRC é um dispositivo implantado sob a pele, geralmente logo abaixo da clavícula. O dispositivo administra terapias para coordenar a ação de bombeamento do coração e dá tratamento a freqüências cardíacas rápidas, irregulares ou lentas, dependendo do tipo de dispositivo TRC. Este dispositivo também é chamado de dispositivo para insuficiência cardíaca, dispositivo biventricular, dispositivo TRC de três eletrodos, TRC -P (marcapasso) ou TRC -D (desfibrilador).
  • Os eletrodos são finos, isolados, fios macios do tamanho de um macarrão espaguete. Os eletrodos transportam o impulso elétrico do dispositivo TRC para o seu coração e transmitem de volta a informação sobre a atividade do coração para o dispositivo TRC.

Você pode retomar a maioria ou todas as atividades após a recuperação de um procedimento de implante. No entanto, pode haver certas atividades que seu médico lhe pedirá para evitar, como esportes de contato. Certifique-se de discutir seus objetivos de atividade e estilo de vida com seu médico para encontrar um plano que funcione melhor para você.

É improvável que o CDI seja afetado por detectores de metal (detectores de arco e detectores de mão) ou dispositivos de imagem de corpo inteiro (também chamados de scanners de ondas milimétricas e scanners de imagens 3D), como aqueles encontrados em aeroportos, tribunais e cadeias. Para minimizar o risco de interferência temporária no seu CDI enquanto você passa pelo processo de detecção de segurança, não atrase ou pare ao passar pelo arco do detector; simplesmente atravessa o arco a uma velocidade normal. Se um detector manual for usado, peça ao operador de segurança para não segurá-lo no desfibrilador implantável e não movê-lo para trás e para frente no seu DAI. Você também pode solicitar um registro manual como alternativa. Se você tiver dúvidas sobre esses métodos de detecção de segurança, mostre o cartão de identificação do dispositivo, solicite uma detecção alternativa e siga as instruções do pessoal de segurança.

Embora a maioria dos campos eletromagnéticos no ambiente doméstico raramente afete o funcionamento de um CDI, recomenda-se manter qualquer item que contenha ímãs a pelo menos 15 centímetros de distância do desfibrilador implantável.

Antes de se submeter a algum procedimento médico, sempre diga ao médico, ao dentista ou ao técnico que tem um dispositivo cardíaco implantado. É possível que precisem falar com o seu cardiologista antes de realizar o procedimento, especialmente se o procedimento for novo ou pouco comum.
Alguns procedimentos poderão afetar potencialmente a função do seu dispositivo cardíaco, e tais procedimentos poderão requerer medidas de precaução para prevenir ou minimizar qualquer impacto sobre você ou seu dispositivo.

Na consulta com o seu médico, você pode guiar a conversa com o seguinte documento:

Na consulta com o seu médico, você pode guiar a conversa com o seguinte documento:



Siga-nos


ESCREVA-NOS


TERMOS E CONDIÇÕES

As informações contidas neste site não constituem um aconselhamento médico. Consulte o seu médico para informações de diagnóstico e tratamento.



Siga-nos


ESCREVA-NOS


As informações contidas neste site não constituem um aconselhamento médico. Consulte o seu médico para informações de diagnóstico e tratamento.